18 de fevereiro de 2018

Que corra melhor do que a última 

Mais uma semana a começar esperando que corra bem melhor do que a última. A carrinha foi roubada e nada de notícias dela e para ajudar foi uma semana de muito trabalho...fiquei de rastos e só tendo o dia de hoje para descansar a verdade é que não descansei grande coisa. 

Mas não posso parar. E mesmo com medo que novas coisas más aconteçam não posso deixar de viver e ir para a frente! Haja saúde que o resto logo se arranja...

13 de fevereiro de 2018

Não acredito 

Ainda não acredito que a carrinha foi roubada! Ainda espero vê-la à porta de casa, onde estava, à espera de pegar nela para ir para o trabalho. Ontem chorei...hoje já voltei a chorar. A cabeça parece que explode. Custa-me a adormecer...

 “É só uma carro” diz ele. “Não fiques assim.” Como quer que eu fique? Sei perfeitamente que é só um carro mas era um carro onde eu gastei dinheiro, um carro que era meu, um carro que me levava onde precisava quando necessitava. Era o último “presente” do meu avô apesar de ele não saber que o deu. 

Como é possível existirem pessoas que brincam com o que é dos outros? E depois ainda há tempo outras que tentam sair beneficiados com o mal dos outros...não percebo como podem ser tão cruéis. 

Só penso porquê o meu carro? O meu que nem era nada de especial e sendo que havia melhores carros na rua. A polícia não faz nada...e quem fica prejudicado são sempre os mesmos. Os cabrões que levaram o carro esses devem safar-se. Se for preciso a esta hora, quase 48h depois, já não existe carro. Quanto a mim? Fico sem carro e com uma pilha de nervos que não me deixa dormir descansada. 

12 de fevereiro de 2018

Vai ser um rico Carnaval 

Só me apetece gritar. Porque é que há pessoas estúpidas e parvas que gozam com a vida dos outros?? Hoje fiquei sem carro, foi roubado, ou melhor furtado. O carro era meu e dos meus pais..era a nossa forma de deslocação. Fazíamos uma ginástica agora com este meu trabalho às vezes... e agora da noite para o dia simplesmente desapareceu. 

Esta ladroagem da merda não sabe mesmo o que custa a vida. O esforço que uma família faz para ter um carro, para pagar seguro e mantê-lo minimamente seguro para circular. Era quem lhes rebentasse com o corpo todo. Se quando fossem apanhados em vez de cama e comida todos os dias à minha conta tivessem que devolver essa contribuição talvez dessem valor. Isto quando são apanhados... 


Espero sinceramente que o carro apareça. Estou no trabalho (para o qual tive de vir de táxi, toca a desenbolsar 20€) e a pensar se o carro aparece ou não... 

7 de fevereiro de 2018

Nova aplicação 

Ora portanto lá resolvi arranjar uma nova aplicação para usar o telemóvel para o blog. Esperemos que goste mais desta do que da outra...pelo menos por agora parece-me melhorzinha. 

22 de janeiro de 2018

Se adivinhasse da mesma forma o Euromilhões

Estacionei o carro num local com parquímetro, pensando eu que aquilo era até certa hora mas afinal terminava apenas uma hora depois. Fiquei um tempo no carro, não me sentia propriamente segura a deixar o carro sem por moedinha. Final da tarde já não deve aparecer ninguém, penso eu contudo sempre com aquela sensação que devia por moeda...vou-me embora. Vou-me embora e não ponho moeda.
Chego ao carro para voltar para casa e tenho um papel no carro. Uma multa por não ter posto moeda. Mas quem é que me mandou a mim não seguir o instinto?? Que treta! 

10 de janeiro de 2018

Mais brancas

Cada vez tenho mais cabelos brancos...sempre que mexo no cabelo lá descubro mais um. Herança da minha mãe. Não gosto de ver os cabelos brancos aqui para o meio, no entanto também não gosto da ideia de pintar o cabelo, dado que iria de frequentar o cabeleireiro com regularidade. Ai dilemas de cabelos!